sábado, 25 de agosto de 2012

Tudo Passa .. - Parte 49



(...)

X


Estava sozinha em casa, os casais foram há praia e eu fiquei enfiada no quarto nem sei porquê, a minha vontade de ver o Fábio e aquela não era muita. E também porque o Rodrigo já vinha a caminho, e estava há espera dele.
De repente a campainha tocou, e eu desloquei-me ao piso de baixo, abri a porta e não vi ninguém até alguém se agarrar ás minhas pernas o que me fez dar um pulo de susto, era a Carolina a irmã do Rodrigo, mas e ele?

N – Olá pequenina. – Agarrei-a ao colo, e ela logo me deu um abraço e encheu-me de beijinhos.
R – Ei Ei princesa, vê se deixas um bocadinho de Nádia para mim. – Apareceu o Rodrigo com o seu sorriso contagiante, e carregava duas malas.
P – Eu deixo mano. – Sorriu docemente, só dava vontade de apertá-la de tão fofa que era, ela mexeu-se no meu colo e eu voltei a colocá-la no chão. – Posso entar?
N – Podes, vai para a sala que nós já vamos. – Sorri e ela foi toda catita para dentro de casa. Virei-me para o Rodrigo e ele sorria e foi impossível não sorrir de volta.
R – Então não me falas? – Perguntou fingindo-me amuado – Ou também tenho de me agarrar ás tuas pernas? – Riu-se.
N – Tonto, mas até que não era má ideia ver-te implorar de joelhos para te falar. – Ri-me.
R – Acredita que sou bem capaz disso.
N – Eu sei, mas vá entra. Queres ajuda? – Ele negou com a cabeça, e eu dei-lhe espaço para entrar em casa. Mal ele pousou as malas, agarrou-me na cintura.
R – Pronto, agora já podes me falar por favor? – Fez um beicinho fofo
N – Humm, deixa-me pensar. – Coloquei a mão debaixo do queixo – Tem mesmo de ser? – Tentei não me rir.
R – Não, se não quiseres tudo bem. – Tirou os braços da minha cintura e afastou-se, mas eu puxei-o.
N – Hey eu estava a brincar. – Puxei-o para mim e dei-lhe um beijo – Melhor?
R – Ainda não, ainda não matei as saudades. – Sorriu
N – Vais ter tempo para isso.
R – Então e estás sozinha em casa? – Sorriu malicioso, este rapaz!
N – Agora já não. – Ri-me – Eles foram todos há praia, e eu não me apeteceu ir.
R – Não os querias ver juntos? – É, eu contei-lhe como tinha sido a conversa com o Fábio, e ele desde então tem sido um amor de pessoa comigo e também ficou a saber que a Leonor vinha então não foi preciso muito para ele chegar há conclusão que eles iam ficar juntos nas férias, mas ele também sabia que eu não ia esquecer o Fábio tão rapidamente mas de qualquer das formas ele queria ajudar-me.
N – Dei-lhe um sorriso embora forçado -Rodrigo não vamos falar disso ok? Eu quero aproveitar as férias da melhor maneira, ele seguiu em frente e eu tenho de fazer o mesmo, mesmo que custe. – Ele assentiu e depositou-me um beijinho no nariz e pegou na minha mão, em direção á sala onde estava a Carol a ver desenhos animados.

Andreia a narrar

Ah praia que saudades que eu tinha tuas!
Este cheirinho a mar, a areia nos pés é tudo uma sensação espectacular.
Tenho pena que a Nádia não tenha vindo, ela também adora praia mas eu acho que ela de qualquer das formas não ia aproveitar por causa daqueles dois, e como o Rodrigo vem hoje assim também o recebe e mostra-lhe já a casa.
Acomodamo-nos na areia, estendi a toalha e de seguida tirei a saia que trazia por cima do bikini e guardei-a dentro da mala, peguei nos óculos de sol quando sinto uns braços a agarrar a minha cintura e um leve beijo no ombro.

D – Então princesa preparada para ir á aguinha? – Sussurrou-me ao ouvido, arrepiando-me.
A – Não amor, vou apanhar bronze e talvez depois vá. – Ele depositou outro beijo mas agora no pescoço, quem não se derrete com isto? Jesus! – Duarte? – Ri-me.
D – Sim? – Deu-me outro beijo, agora perto da orelha.
A – Não faças.. isso! – É, ele continuava a dar-me beijos naquela zona, sabendo que era um dos meus pontos fracos. – Vá eu quero apanhar solinho sim? Podes ir á água se quiseres – Disse virando-me para ele e dando-lhe um beijo.
D – Unf para ficarem a olhar todos para a minha namorada? Nem penses, fico aqui contigo. – Disse fazendo beicinho.
A – Pronto como queiras. – Dei-lhe mais um beijo, e deitei-me na toalha.
Ele também se deitou na dele que era ao lado da minha.

                                               X
Estava eu muito bem a apanhar o meu sol, quando sinto coisas frias nas minhas costas, pingas? Oh não!
Um ser que vai ser morto por sinal deitou-se em cima de mim, molhando-me e fazendo-me ter um tipo de uma corrente eléctrica devido ao choque de diferentes temperaturas.

D – Olá amor! – Disse ele ofegante ao meu ouvido, outro arrepio e bem só por isto quase me esqueci que o queria matar.
A – Ai Duarte tu estás tãoo morto!
D – Estou? Porque bebé? – E lá voltou ele aos beijinhos, maldita a hora que ele descobriu os meus pontos fracos!
A – Porque acabaste de me molhar? E porque me tapaste o sol! – Disse virando-me fazendo-o cair na toalha dele.
D – Oh amor já estás aqui há tanto tempo, ainda nem foste á água nem me deste atenção. – Disse fazendo beicinho.
A – Pronto pronto, vamos tratar disso mas SÓ de um assunto. – Levantei-me, e fui para o colo dele colocando uma perna de cada lado do corpo dele já que ele estava sentado, enlacei os meus braços no pescoço dele dando-lhe um beijo no pescoço, as mãos dele foram parar há minha cintura, se ele sabe brincar e provocar eu também, de seguida dei-lhe um beijo no peito, depois subi de novo dando-lhe um no queixo, dei-lhe mais um beijo no pescoço, ele apertou mais a minha cintura “olá ponto fraco” , e por fim dei-lhe um no canto da boca.
D – Amor não provoques, va lá! – Ri-me e logo juntei os nossos lábios, até que o ar nos faltasse.

(…)

11 comentários:

eliana disse...

gostei muuuuiiito. e só li esta parte :o vou já procurar as outras :) estou a seguir!

Magui disse...

Awww wu não acredito!!! *-* Obrigada, obrigada e obrigada :D
Adorei o capitulo. Ainda bem que puseste um novo capítulo. Já ganhei o dia! :D
Beijinhos,e mais uma vez obrigada por este capítulo. *-*

eliana disse...

parece-me que vou gostar :)

inês disse...

está cada vez mais perfeito!

Rita disse...

ADOREI como é habitual :D

Magui disse...

Claro que tenho que agradecer *-*
Já estou ansiosa para o próximo. :D
Beijinhos*

inês disse...

já comecei a escrever o novo capítulo, vou ver se publico na próxima semana!

Magui disse...

Claro, agora precisas de mais um tempo para te inspirares e a imaginação decidir aparecer :)
Mas aposto que a espera vai valer a pena :D

Daniela Ramos disse...

Gostei. Boa narrativa. Beijo :) *

Magui disse...

Obrigado querida, fico muito contente que tenhas gostado. :D «3
Beijinhos**

Magui disse...

Por vezes acontece mas não devia acontecer :c Ela deveria estar sempre presente ahah :b
Beijinhos