domingo, 27 de janeiro de 2013

e eu...

adorava um dia termos uma casa só para nós, iríamos levar uma eternidade a decidir a casa, e depois iríamos discutir quem ficava com o quarto maior. quando não conseguisse dormir ou me sentir sozinha, iria ter contigo ao teu quarto e tu estarias ali de braços abertos para me aconchegares por mais que fossem 3 da manhã e tivesses de ir trabalhar cedo. iria acordar um dia e ia te ver na cozinha de boxers a fazer o pequeno-almoço e iria ficar a olhar para ti e depois iria rir-me por estares a deixar queimar as torradas e só aí darias pela minha presença e ias te rir comigo. termos uma 'luta' para ver quem ia tomar banho primeiro, iríamos empurrar-nos um ao outro até que um conseguisse entrar na casa de banho e o outro ficasse a chamar-lhe nomes do outro lado da porta. irias trazer as tuas 'amigas' para a nossa casa, e eu ficava cheia de ciumes e ia ser mal educada, pois tu sabes como aquilo me irrita e mesmo assim as levavas lá. provocava-te a falar de algum namorado que tivesse na altura pois sabia que ias ficar com ciumes, mas quando as coisas corressem mal com eles, eras tu que estavas do meu lado a consolar-me e a limpar-me as lágrimas. íamos jogar consola até as tantas da manhã num fim-de-semana e eu iria ganhar-te e ver a tua cara de emburrado por teres mau perder. ia mandar vir contigo por não fazeres as tuas tarefas em casa, e o teu quarto estar uma desarrumação mas depois iria ajudar-te. estar no sofá a ver televisão, e tu chegares pegando no comando e mudando de canal, como se eu nem tivesse ali, e iria dizer-te 'estúpido, eu estava a ver aquilo' e tu responderes 'temos pena' e sentares-te ao meu lado como se não tivesses feito nada, e iríamos ter mais uma briga para ver quem ficava com o comando. iria deixar-me dormir no sofá e tu ias me carregar escadas acima e deitavas-me na minha cama, e ficavas ali comigo. vamos tirar imensas fotos juntos, e eu vou colá-las todas na parede, para cada vez que entrar no quarto ter um motivo para sorrir. eu vou querer ver um filme de terror e tu não porque não gostas, e então vou-te fazer a vontade e vamos ver um de comédia. vais me contar como era a tua vida antes de me conheceres, e vais falar das tuas ex-namoradas até que vejas que estou com ciumes, e vais me atacar com cócegas só para me veres sorrir. vais encher o carrinho do supermercado de porcarias, enquanto que eu vou-te tentar convencer a levar coisas mais saudáveis. vais estar quase sempre a comer e eu vou chamar-te gordo e depois me chamares a mim também, mas sabendo como tenho auto-estima baixa vais me dar um abraço e dizer-me ao ouvido que sou linda. quando não conseguir fechar um vestido vou andar pela casa a mandar pragas a toda a gente e gritar o teu nome para me ajudares, e quando te encontrar estas a rir-te e vais ajudar-me sem dizer nada. talvez escolhermos um cão para morar connosco mas aí vamos discordar porque tu gostas mais de gatos e eu não gosto, mas por fim vais me deixar levar um labrador por saberes que sempre fui apaixonada por eles. vamos nos chatear imensas vezes e rir-nos muito também mas apesar disso vamos ser felizes.


4 comentários:

tânialopes! disse...

gostei muito do texto :))
está lindo!

Rita disse...

adoro adoro adoro , também imagino um dia que irá ser assim :$

Nini disse...

Adorei o texto querida, está lindo lindo! Retrataste tudo o que uma rapariga sonha ter um dia *-*

tânialopes! disse...

de nada :))