domingo, 2 de junho de 2013

Tudo Passa .. - Parte 54




(...)
1 Mês Depois…

Duarte a narrar

D – Juro que já não aguento aquela gaja! – Esbravejei andando de um lado para o outro no meio da sala.
F – A sério? Eu é que ando com ela, e tu é que não a aguentas? – Disse dando uma gargalhada.
D – Mano tou a falar a sério! Qual foi a tua de voltares para ela? Bateste com força na parede desta vez! – Lá me sentei, cansado de andar de um lado para o outro. – Juro que não te entendo mais!
F – Nem eu, nem eu! – Lamentou-se.

Andreia a narrar

A – Mas tu ainda não estás levantada sua mula? – Disse entrando no quarto da Nádia, e indo pular em cima da cama dela onde ainda ela dormia.
N – Andreia porra, sai daqui! Deixa-me dormir c’mon! – Disse tentando empurrar-me e enterrando a cabeça debaixo da almofada.
A – Dormir a porra, já viste as horas? Já era para estarmos a correr e ainda aqui estamos porque alguma mula não está despachada! – Voltei a saltar na cama, destapei-a toda e ainda fui abrir as janelas todas, eu sabia que ela com tanta claridade não ia voltar a dormir.
N – Fogo vai cagar! – Levantou-se emburrada e foi para a casa de banho. Levantar a Nádia: Feito!
A – Mas despacha-te Cinderela. – Ouvi o barulho da água, e decidi esperar por ela enquanto ia ao pc.
N – Prontoooo, já estou despachada! – Disse emburrada.
A – Óptimo, vamos! – Desliguei o pc, e fomos para o andar de baixo.

Nádia a narrar

A – Já sabes com quem vais? – Disse sentando-me num banco do jardim, onde paramos para descansar e beber água.
N – Eu não, ainda ninguém me convidou e tu? – Disse sentando-se ao meu lado.
A – A sério? – Olhou para mim com uma cara incrédula.
N – Ok, esquece foi uma pergunta desnecessária! – Ri-me. – Foi automática.
A – É eu reparei. – Riu-se também. – AMOR! – Gritou dando-me um susto e indo correr para a minha frente, onde mais longe vinha o Duarte e o Fábio, só podia!
N – Esta rapariga é louca. – Murmurei para mim e ri-me, por isto é que ela é a minha melhor amiga! Eles aproximaram-se de nós, e eu cheguei para a ponta do banco, para eles também se sentarem, sim porque a Andreia aproveitou logo o colo do namorado.
D – Olá Nádiazita. – Disse dando-me um beijo na bochecha, e sorriu-me. Ele ficou ao meu lado, enquanto que o Fábio ficou do outro lado do banco.
A – Amor acreditas que a Nádia me perguntou com quem ia na sexta? – A cabeça do Duarte depressa se virou para mim, e eu ri-me. – Ela anda mesmo com a cabeça no ar.
D – Ai Nádia, Nádia o calor anda a fazer-te mal. – Olhou para mim e depois rapidamente para o Fábio.

PS: Eu sei que está pequeno, mas é mesmo para vocês ficarem curiosas :b
Este é dedicado há Nini, obrigada pelo apoio :)

2 comentários:

Nini disse...

Eheheh desculpa querida, só agora é que vi :$ Pode estar pequenino mas está super fofinho! Adorei adorei adorei! Quero o próximo :b E muito obrigado pela dedicatória! :D

silvioafonso disse...

.



Que lindo...
Amei o blog e
seu conteúdo.

Um beijo,

silvioafonso







.