quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Tudo Passa .. - Parte 34


(…)

Nádia a narrar

O Fábio tinha-me convidado para ir ter com ele ao jardim, jardim esse onde ele me beijou pela primeira vez, e disse-me que tinha uma coisa importante para falar comigo, e ficou combinado de ir ter com ele ás 16, as minhas aulas acabaram as 15:30 mas ainda fui a casa trocar de roupa e atrasei-me mais.
Mas quando lá cheguei ele estava sentado num dos bancos que ali havia, lindo como sempre, eu gostava verdadeiramente dele talvez até a ponto de amá-lo mas será que ele sentia o mesmo por mim? Não tinha coragem de lhe perguntar,nem de lhe dizer.
Quando cheguei sorri, logo ele me puxou contra si e eu disse: - Cheguei muito atrasada? Se cheguei desculpa é que.. – Mas ele logo tratou de me calar pondo o seu dedo em frente dos meus lábios e analisou a minha cara com o mesmo, ele despertava os meus sentimentos que há muito tinham sido escondidos para ninguém usá-los e deitá-los fora como várias pessoas fizeram, mordi instantaneamente o lábio e ele beijou-me como se não houvesse amanhã, retribui com o mesmo sentimento, mas não me conti e sorri entre o beijo acabando por desmanchá-lo.

N – És lindo – Saiu-me sem pensar, mas era a pura das verdades ele era tanto por dentro como por fora.
F – Não sou nada comparado contigo. – Sorriu e que sorriso meu deus.
N – Ai é que te enganas meu anjo. – Sorri.
F – Posso saber porque é que a menina me chama isso? - Disse rindo.
N – Porque apareces-te assim como por magia e tornaste tudo melhor, fizeste-me esquecer os problemas, mesmo que eu dissesse que não queria a tua ajuda tu estavas lá como a Andreia sempre do meu lado e isso sempre foi importante para mim e tu és assim, importante, especial, único e o meu anjo. – Sorri meio envergonhada, não sabia onde tinha ido encontrar aquelas palavras. Ele sorriu de volta e beijou-me de novo, e quando se separou os lábios dos meus encostou a sua testa na minha.
F – Eu a… - E fomos interrompidos por uma vozinha irritante.
… - Fáááábiiiioooo. – Ele separou-se de mim, e olhou para ver quem era, quando dei pela dona da vozinha já estava abraçada a ele. – Oh meu deus, és mesmo tu, estás lindoooo mas nunca o deixas-te de ser. – Ele sorriu sem graça, e eu? Eu estava a borbulhar de raiva pelo que se passava há minha frente. Ela lá se separou e pude ver uma rapariga que por sinal era bonita {estão a ver tipo uma Sharpay/Ashley Tisdale do HSM ? Yap era quase quase igual, e dona do seu nariz ainda por cima}.
N – Ahn.. Olá! – Disse seca.
… - Olá, sou a Leonor. – Disse dando um sorriso falso e olhando-me de baixo a cima, pff.
N – Sou a Nádia. – Dei também um sorriso falso, e olhei para o Fábio que estava desconfortável com aquela situação, será alguma ex dele?
L – Atrapalhei alguma coisa? – Disse com um sorriso gigante para o Fábio, que raiva aghrr.
N – Ya! – Apressei-me a responder.
L – Ah desculpem. – Disse totalmente FALSA! – Fábio vamos dar uma volta para metermos a conversa em dia? – Nem o deixou responder e já o levava arrastado pelo braço, vi-o pronunciar um “desculpa” e eu respondi de volta “tudo bem” , dei um sorriso forçado e acho que ele percebeu pois tinha cara de culpa.

Já cá faltava esta agora para melhorar a situação, ainda vou querer saber o que lhe é ou foi a ele, é muito atiradiça e falsa para o meu gosto.
E o que será que ele me ia dizer quando fomos interrompidos por aquela lagartixa oxigenada andante, parece que vou ter de esperar para saber
(…)

6 comentários:

maryanne. disse...

obrigada por seguires o meu novo blogue, silvia :D

Sara'C disse...

estragou tudo a gaja :c

Sara'C disse...

princesa, queria pedir-te um favor..
smp que publicares a historia podes-me avisar? desculpa se é pedir demasiado s:
mas é que eu gosto MESMO da tua historia, e adorava poder continuar a segui-la.

Sara'C disse...

Obrigada, és uma querida silvia (:
Adoro mesmo esta história :b

Sara'C disse...

agora com a escola ñ tenho mto tempo, princesa s:

V. Daniela disse...

ohhh quem será a gaja? ela não irá estragar nada entre eles pois n? espero bem k n