domingo, 15 de julho de 2012

Tudo Passa .. - Parte 46




(…)

Nádia a narrar

Estava sentada na sala, tinha a televisão em algum canal nem sequer estava a prestar atenção, o que aconteceu há mais ou menos uma hora atrás não me saia da cabeça.
Mas o que é que me deu para.. Fui interrompida dos meus pensamentos quando tocaram há campainha, levantei-me sem muita vontade, e rezava para que não fosse o Fábio mas felizmente era a Andreia.

N – Pela tua cara, já sabes. – Dei-lhe espaço e ela entrou e dirigiu-me para a sala e sentou-se, sentei-me perto dela.
A – Sei, mas ainda não acredito no que aconteceu. Nádia e o Fábio?
O que te deu? Vocês lutaram para ficarem juntos e agora sem mais nem menos tu e o Rodrigo beijam-se?
N – Oh Andreia sei lá, ele beijou-me eu por impulso continuei, foi uma coisa do momento, acho eu..
A – Sê sincera comigo, ainda sentes alguma coisa pelo Rodrigo?
N – Oh tipo não sei, ele ultimamente tem estado sempre do meu lado, e ele não me é indiferente, acho que até tu o sabes.
A – Isso quer dizer que agora estás confusa?
N – Oh acredita que sim, eu sei que me afastei do Fábio nem sei porquê e parece que foi o Rodrigo que ficou no lugar dele.
A – Ai princesa nem sei que te dizer, mas primeiro acho que devias contar ao Fábio, provavelmente ele não vai saber por ninguém porque só sei eu, tu e o Rodrigo, mas seria justo seres tu dizeres-lhe, e depois sê o mais sincera com ele em relação aos teus sentimentos, e se ainda estiveres confusa quando tiveres com ele diz-lhe isso.
N – Sim vou ter de falar com ele, ou dou em louca com este assunto, mas eu não o queria magoar, que MERDA! – Levei as mãos há cabeça, realmente aquilo não podia ter acontecido.
A – Vá não fiques assim, vais ver que tudo se resolve. Eu tenho de ir andando, mas alguma coisa é só ligares. – Deu-me um abraço e um beijo na testa, e dirigiu-se há porta.

                                               X

Fábio a narrar

Já estava com saudades de estar com a Nádia, mas parece que ela me evita já nem uma mensagem me manda, decidi ligar-lhe.

N – Ah olá Fábio.
F – Olá amor, olha estás ocupada? Queria estar um pouco contigo.
N – Não, não estou ocupada. Podes vir aqui ter a casa.
F – Ok princesa, vou já já. Ate já, amo-te.
N – Ate já.

E desligou a chamada, ela continua estranha e eu começo a preocupar-me, se eu sei que o Rodrigo está metido nisto ele está tãoo lixado.

(...)

7 comentários:

Rita disse...

ADOREIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII !
quero maaaaaais :D

Rita disse...

a sério, a história está fantásticaa ! :D

Rita disse...

Sabes mais ou menos quando vais por outro? :D
A pergunta que fizeste do: "então? s:" era sobre o que escrevi? é que não percebi :c

Rita disse...

tanto tempo ? :c
Ohhh, nem sei bem como explicar querida, assim mais ou menos ele tornou-se na má pessoa que era ao início e que eu não gostava nada.

Rita disse...

Pois, e eu ainda tenho as minhas dúvidas se desde o início não passou tudo de uma aposta /:

Rita disse...

Pois é princesa, mas agora ele está a ter o que merece, agora quem goza sou eu

inês disse...

são sim haha